PF de MS cumpre 8 mandados em ação contra família de um dos chefes do tráfico na fronteira com Paraguai

11

Objetivo é prender os líderes da organização criminosa e fazer o sequestro dos seus bens, além de apurar os crimes de lavagem de dinheiro e ocultação de bens.

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quinta-feira (27) duas ações em Mato Grosso do Sul. O alvo são empresas suspeitas de lavagem de dinheiro e ocultação de bens de origem do tráfico internacional de drogas. Nas outras buscas, parentes do traficante Jarvis Pavão são os procurados, já que existe a suspeita de lavagem de dinheiro também proveniente do tráfico.

São ao todo 2 mandados de prisão preventiva em Campo Grande, mais 2 de prisão preventiva e mais 2 de prisão temporária, em Ponta Porã, na região sul do estado.

A ação tem o apoio do Departamento Penitenciário Nacional – DEPEN e da Receita Federal, tendo os nomes de Operação Pavo Real e Teseu. O objetivo é prender os líderes da organização criminosa e fazer o sequestro dos seus bens.

Além de Mato Grosso do Sul, agentes também estiveram nos estados de Rondônia, São Paulo, Santa Catarina e Distrito Federal; todos expedidos pela 3ª Vara da Justiça Federal em Rondônia, especializada em crimes praticados por organizações criminosas, contra o sistema financeiro e lavagem de dinheiro.

Outras cinco pessoas investigadas também tiveram as prisões convertidas em domiciliar, em razão de suas idades e por possuírem filhos menores.

Jarvis Pavão é extraditado do Paraguai para o Brasil, onde vai cumprir pena por tráfico internacional de drogas — Foto: Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas/Divulgação

Jarvis Pavão é extraditado do Paraguai para o Brasil, onde vai cumprir pena por tráfico internacional de drogas — Foto: Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas/Divulgação

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here