12 de outubro, dia das crianças e da padroeira do Brasil; N. Sra. Aparecida

Hoje,12 de outubro, é dia consagrado a Nossa  Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, para a comunidade católica, e também é dia dedicado às crianças. Nunca foi tão necessário se dizer, como agora, que precisamos cuidar de nossas crianças, que são o futuro do nosso país, e do mundo inteiro. A situação que vivenciamos, no momento, é de desesperança, porque não há uma única política pública que nos direcione no sentido de que um amanhã de segurança alimentar, de aprendizado, com escolas de primeiro nível, e de ampla assistência social, médica e odontológica, com creches e todo aparato necessário para nutrir nossas crianças  em todos os sentidos, está a nos aguardar. Simplesmente porque não existe. Os pais de nossas crianças, os mais responsáveis, ainda se esforçam para matricular seus rebentos em escolas particulares, ainda que isto lhes custe o sacrifício de sua própria alimentação, que, obrigatoriamente, terá que ser alterada, sem se falar em mudança de endereço, pois a casa que ocupam é alugada e não cabe mais no orçamento doméstico. Terão que trocar por uma de aluguel mais barato. Na contabilidade do quadro em tela não entram os desempregados, os autônomos,  os biscateiros, etc.etc…Aí cabe a pergunta: vale morrer ? Culpados? Não vamos perder tempo com isso, já que nos deparamos com tantos em todas as cidades do Brasil. Há uma verdadeira casta de demônios comandando este país, e faz muito tempo, cuja fome de dinheiro é insaciável, juntamente com a vontade desmedida de aumentar, cada vez mais, a desgraça do povo deste país, que vive constantemente  com a corda, literalmente, no pescoço. O pobre paga 40% de imposto do que ganha; o de classe  média alta paga 20 ou 25% e o muito rico  paga apenas 12%. Só prá citar um exemplo. Pobres crianças brasileiras, de coração, esperamos que o amanhã que lhes espera seja o mais promissor possível, mas fica difícil, a partir do momento em que em 2022 teremos eleições gerais e, apesar do que está sendo feito com todo o povo brasileiro, principalmente com nossas criancinhas, tenho cá minhas desconfianças com relação ao comportamento decisivo dos nossos amados eleitores. Será que veremos, de novo, as mesmas figurinhas carimbadas da política nacional se elegendo, se reelegendo, ou elegendo os seus para impedir que o Brasil avance um milímetro? Aí eu não aguento, porque é dose cavalar. Salve as crianças do nosso Brasil.  
Compartilhamentos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.