Ronaldo se torna sócio majoritário do Cruzeiro, clube que projetou o fenômeno para o mundo

O Cruzeiro será comprado pelo ídolo do futebol mundial Ronaldo Fenômeno, por meio da empresa Tara Sports. O ex-jogador do clube confirmou a negociação em uma transmissão realizada em uma rede social ao lado do presidente da Raposa, Sérgio Santos Rodrigues. A XP Investimentos, grupo que fez a intermediação do negócio, soltou um comunicado à imprensa informando que a lenda do esporte investirá R$ 400 milhões ao longo dos próximos anos e será sócio majoritário da SAF celeste, com 90% das ações.

 

 

 

Ronaldo Fenômeno pediu o apoio da torcida neste momento. “Feliz demais de ter concluído esta operação. Obrigado, Sérgio, que teve um papel fundamental nisso tudo. Obrigado, Pedro. E dizer que tenho muito a contribuir ao Cruzeiro, levar o clube ao lugar onde ele merece estar, tenho muito trabalho pela frente, peço ao torcedor que conecte ao clube novamente, que vá ao estádio, a gente vai precisar de toda força e união da torcida cruzeirense. A gente tem muito trabalho pela frente, não tem nada a comemorar por enquanto, mas a gente tem muito trabalho e ambição, muita ambição de fazer o Cruzeiro gigante novamente”, disse Ronaldo Fenômeno.

Imagens de Ronaldo, o Fenômeno, no Cruzeiro

Sócio da XP, Pedro Mesquita explicou a negociação feita em sigilo total e pregou mudança no futebol brasileiro. “Foi uma operação extraordinária, nós nos dedicamos muito para que isso acontecesse, uma negociação que não começou agora. Eu e o Ronaldo estamos conversando há bastante tempo para, como todo negócio bom, manter fechado a sete chaves para que a gente pudesse costurar da melhor maneira. Não é simples fazer um negócio como este, é o primeiro negócio no Brasil. Os clubes têm dívidas, e nós temos um compromisso de fazer um futebol diferente no Brasil, que precisa mudar a forma de gestão. E para resolver esta operação precisamos resolver muita coisa, tem uma dívida grande do Cruzeiro, tem toda uma negociação, é o início dessa nova trajetória. E quando a gente analisa Ronaldo e Cruzeiro, para mim, é muito diferente de um investidor que vai chegar com dinheiro no clube. Ele vai chegar com um projeto grandioso de marketing, que vai levar o Cruzeiro para o mundo e levar o Cruzeiro para outro patamar. Realmente, foi um negócio enviado por Deus”, afirmou Pedro Mesquita, da XP.

 

A XP soltou uma nota à imprensa informando que “a transação vislumbra o reequilíbrio financeiro e operacional do departamento de futebol do clube, com um plano de crescimento sustentável de médio e longo prazo. A conclusão da transação está sujeita à finalização de uma série de condições precedentes”.

Ronaldo jogou no Cruzeiro entre o segundo semestre de 1993 e o primeiro de 1994. No pouco tempo de clube, virou unanimidade entre os torcedores. Marcou 56 gols em 58 jogos (55 como titular), foi artilheiro da Supercopa dos Campeões da Libertadores aos 16 anos, artilheiro do Campeonato Mineiro e convocado para a Copa do Mundo de 1994.

 
Compartilhamentos